Buscar
  • Assessoria de Imprensa

6 iniciativas com impressora 3D no combate ao COVID-19


Com a fabricação emergencial de equipamentos de proteção individual, a pandemia de coronavírus relança a quarta revolução industrial impulsionado a impressão 3D.


"Diferentemente da produção industrial tradicional, que exige máquinas específicas, criadas em fábricas específicas, a impressora 3D é muito flexível", disse Greg Mark, fundador e diretor-executivo da Markforged, fábrica americana de impressoras 3D.


A pandemia do coronavírus criou um cenário que assola o mundo, algumas boas notícias em meio à crise, nos dão esperança. Há iniciativas espalhadas por todo mundo que utilizam da tecnologia da impressão 3D, como uma ferramenta essencial, não só nos ambientes hospitalares, estes que sofrem escassez crítica de equipamentos de proteção individual essenciais para manter seus colaboradores e pacientes em segurança frente à pandemia, mas também com soluções para as residência das pessoas.

As criações vão desde simples acessórios, até mesmo válvulas para respiradores, um dos principais problemas mundiais no enfrentamento da pandemia. Sendo esta uma situação crítica, esses dispositivos e acessórios podem ser a única proteção a muitos profissionais da linha de frente do combate ao coronavírus e um meio eficaz no combate a proliferação do vírus, todo cuidado deve ser tomado com esterilização e manuseio das mesmas.

Separamos alguns exemplos das criações que salvam vidas e vencem diariamente a guerra no combate ao COVID-19.


Quinn Callander, do Canadá - 12 anos.

1. Protetor de orelha - Quinn Callander, do Canadá, usou impressora 3D para produzir invenção dedicada a profissionais de saúde que usam o acessório o dia todo para aliviar dores causadas por máscaras. Depois que um hospital canadense pediu ajuda às pessoas para lidar com esse problema, Quinn Callander inventou um protetor que impede que as tiras das máscaras pressionem as orelhas, mas sem deixar a sustentação de lado.Além de imprimir, Quinn ainda deixou público o arquivo da invenção para que qualquer pessoa com uma impressora 3D pudesse reproduzi-la e, assim, ajudar outras equipes médicas.


Viseiras de proteção

2. Viseiras de proteção - Médicos e enfermeiros que estão trabalhando no combate ao COVID-19 no Brasil já declararam que estão preocupados com a escassez de máscaras de proteção, também chamadas de “face shield” - máscara é parte dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e deve ser usada em complemento às máscaras comuns, recomendação da OMS – Organização Mundial da Saúde. Nesse cenário a impressão 3D tem se tornado uma solução paliativa e rápida para suprir a falta de máscaras protetoras nos hospitais, ma vez que não é necessário o molde para fabricação das máscaras e praticamente qualquer pessoa com acesso à uma impressora 3D pode produzir localmente as face shields. Trata-se de uma armação feita em impressora 3D, uma viseira feita com lâmina de plástico transparente e uma fita elástica para fixação. Já são vários os projetos disponíveis para download na internet, todos opensource (livres de patente), desenvolvidos e disponibilizados gratuitamente pela comunidade.


Válvula para bomba de oxigênio impressa em 3D

3. Válvula para bomba de oxigênio impressa em 3D - as bombas de oxigênio permitem que o paciente viva mais tempo para poder combater o vírus. Essas bombas de oxigênio exigem peças específicas e complexas para funcionar, e quando essas válvulas começaram a se esgotar porque o fornecedor não conseguia acompanhar a alta demanda, os médicos tiveram que encontrar uma solução rápida e apropriada. Foi aí que a impressão 3D entrou em cena para ajudar!

Cristian Fracassi, fundador e CEO da Isinnova, e o engenheiro mecânico Alessandro Romaioli toparam o desafio e levaram uma impressora 3D para o hospital. Em três horas, uma válvula foi modelada, depois que sua eficácia foi comprovada, mais unidades foram produzidas. No dia seguinte já havia 10 pacientes usando as válvulas impressas.


Válvula original à esquerda e a válvula impressa em 3D à direita, Fonte: 3D Printing Media Network


Máscara protetora

4. Máscara protetora - á foi comprovado em pesquisas que as máscaras protetoras padrão N95 podem não ser suficientes para evitar a contaminação por partículas de coronavírus no ar, tanto pelo tamanho das partículas, quanto por que não protegem a região do olhos. É por isso que o médico israelense, Dr. Noam Gavriely, trabalhou rapidamente para desenvolver o que ele chama de óculo-respirador protetor ViriMASK. Nesse caso o produto final não é fabricado por impressão 3D, mas a tecnologia foi fundamental para o desenvolvimento e validação dos protótipos, e para que o produto fosse lançado rapidamente.


Acessórios para maçanetas

5. Acessórios para evitar contato com maçanetas - As maçanetas das portas estão entre os objetos mais infestados de germes em casas, hospitais, fábricas e lares de idosos. Outra medida muito eficiente que foi pensada para evitar a proliferação do coronavírus são acessórios impressos em 3D para evitar contato com maçanetas. Essa é uma peça bastante simples de ser produzida por qualquer impressora 3D e o projeto open source é disponibilizado para qualquer um que queira produzir.



Máscaras de mergulho - adaptadas com impressão 3D

6. Máscaras de mergulho - adaptadas com impressão 3D - dada a falta de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos hospitais, que possuem respiradores especiais - os hospitais não estão dando conta da demanda. A startup italiana Isinnova, que conta com uma equipe de engenheiros, designers e especialistas em comunicação para construir projetos com ajuda da tecnologia, entrou em contato com a fabricante italiana Decathlon, que inventou, produz e fornece o Easybreath, equipamento usado para mergulho snorkel — aquele realizado em águas rasas, que permite ao usuário usar um tubo que sai da boca e fica na superfície, para a entrada do ar.

A partir daí, a Decathlon cedeu o desenho em CAD e o produto foi todo desmontado e adaptado, para que sua estrutura fique compatível com o ventilador das máquinas dos hospitais. Chamado de “Charlotte Valve”, esse novo objeto foi então para a impressora 3D. Tão logo a experiência deu certo, a Isinnova já disponibilizou um link com todo o projeto aberto, para que outras empresas ou pessoas em todo o mundo possam reproduzir esse equipamento.


Mas vale destacar que a ideia foi criada para instalações de saúde em situações de emergência, especialmente as quais não é possível encontrar suprimentos oficiais de saúde.


37 visualizações

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a Sexta das 8h às 21h

​Sábado das 8h às 18h

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle

ENDEREÇO

R. Benedita Guerra Zendron, 146 | Vila São João Barueri | SP | CEP: 06401-190

Tel.: (11) 4199 - 4490

© 2020 Assinco Cursos